Pra aprender a definir e organizar as metas do dia a dia!

Quem é que tem dificuldade pra organizar as metas diárias? Pra mim, é sempre difícil encher a agenda do dia com tarefas e metas, e só fazer metade, ou até menos. Bora aprender a definir as metas e os objetivos? Um papo meio coach, hein!

A clareza na hora de definir esses objetivos é fundamental, já que é bem fácil desestimular e largar de mão com tudo. Por isso, se você tem uma rotina mais adaptável, as metas semanais podem funcionar bem. Já quem estuda, trabalha ou costuma lidar com imprevistos no meio da semana, as metas diárias seriam uma opção melhor.

Uma forma de manter o “gás” é usando o controle de hábitos, assim você vai ter uma ideia melhor dos dias que você cumpriu o que planejou quando chegar o fim do mês.

O pulo do gato, na verdade, é a hora de definir o que seria uma meta mensal, e uma meta semanal, já que usar o mesmo parâmetro pras duas, dificilmente dará certo. A mensal é mais “geral” como ler 2 livros no mês. A semanal precisa ser mensurável, e a diária, por sua vez, seria a lista de tarefas do dia. Segue o exemplo:

Meta mensal: – Entregar o projeto; – Fazer atividades físicas; – Melhorar a alimentação; – Ler 2 livros no mês.

Meta semanal: – Executar o máximo de tarefas do projeto; – Fazer yoga 3x na semana; – Comer salada, legumes e frutas todos os dias; – Beber 2 litros de água por dia.

Meta diária 1: 2 tarefas do projeto + yoga + fazer o almoço com legumes.
Meta diária 2: 1h de leitura + lanche com frutas + 1 tarefa do projeto.
Meta diária 3: Yoga + 2 tarefas do projeto + suco natural + 1h de leitura.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui